Categorias
conceitos

Turismo e suas Divisões

Para fins estatísticos, de planejamento e considerando a origem e o destino do visitante o turismo pode assumir as seguintes formas: interno ou doméstico, receptivo, emissor, interior, nacional, internacional.
Turismo interno, doméstico ou interior: é o turismo dentro das fronteiras de um país, viagens realizadas dentro do próprio país pelos seus habitantes ou visitantes estrangeiros.
Turismo receptivo: O complexo de bens e serviços utilizados ou utilizáveis para o exercício da atividade turística. A localidade que acolhe o visitante denomina-se receptiva.
Turismo emissivo: toda atividade que envolve a saída de pessoas para viajar para outra localidade nesse caso existe a evasão de divisas.
Turismo nacional: é a soma de todas as atividades ligadas ao ato de viajar dentro de um determinado país, podendo ser praticado pelos habitantes locais ou estrangeiros.
Turismo internacional: é o ato de viajar entre países.

Categorias
Sustentabilidade

Capacidade de suporte para empreendimentos turísticos

A visitação turística em ambientes naturais deve ser rigorosamente planejada para gerar o mínimo possível de impactos negativos e possibilitar que os visitantes tenham uma experiência de qualidade, satisfazendo suas expectativas e alcançando os objetivos do ecoturismo, principalmente o de proporcionar a conservação da natureza. Para isso é importante estabelecer a capacidade de suporte do atrativo turístico, também conhecida como capacidade de carga turística.
A capacidade de carga de um atrativo turístico, ou capacidade de suporte, representa o nível máximo de uso por visitantes que uma área pode manter, ou seja, pode ser definida como o número máximo de visitantes sob determinadas condições, em uma unidade de tempo, de tal forma a não provocar modificações permanentes nos parâmetros relevantes do ambiente. Se este limite é excedido, os impactos ambientais poderão deteriorar a qualidade ambiental do meio.
A capacidade de carga é um conceito relativo que envolve considerações científicas que apresentam valores aos quais devem ser associados aos objetivos de manejo específico de uma determinada área. Para a determinação da capacidade de carga turística de uma área, é necessário conhecer as relações existentes entre os parâmetros de manejo da área e os parâmetros de impacto das atividades nesse local e desta forma tomar decisões para se estimar a capacidade de carga turística. Desta forma, tem-se a capacidade de carga como uma estratégia potencial para reduzir os impactos da visitação em áreas naturais que devem ser protegidas e conservadas, como RPPNs – Reservas Particulares do Patrimônio Natural.
A cidade de Bonito é um exemplo de gestão quando o assunto é capacidade de suporte em atrativos turísticos.
Saiba mais sobre Bonito, MS no Portal Bonito Brazil