O que é ecoturismo?

O ecoturismo é composto por um conjunto de princípios de respeito à natureza e à cultura local. Para ser seu praticante, também é preciso compreender e respeitar essas dimensões. Assim sendo foi traçado um perfil para o praticante dessa modalidade de turista. Quem é ele? Quais são suas necessidades e aspirações?

Os ecoturistas são pessoas que apresentam elevado grau de instrução: a maioria faz ou já concluiu um curso superior moram em grandes centros urbanos, cujo cotidiano é agitado, estressante e isento de contato com a natureza, possuem médio e alto poder de compra e idade compreendida entre 20 e 40 anos. Procuram por um contato positivo com o meio ambiente e também por atividades de relaxamento, contemplação e lazer. Preferem locais que respeitam as culturas tradicionais e a natureza. Querem aprender e buscam informações e esclarecimentos nas destinações visitadas.

São ávidos por informações do local, principalmente sobre as características da natureza, ou seja, pessoas que se apresentam motivadas para aprender sobre rios, montanhas, oceanos, florestas, árvores, flores e fauna silvestres. Preocupam-se em sentir e perceber algo mais sobre uma paisagem ou elemento da natureza, por exemplo, a importância da natureza para a sociedade, seu valor histórico, produção de recursos (alimentos e matéria-prima), oportunidades de reflexão, contemplação, controle de processos (controle de erosões e inundações, fotossíntese e produção de biomassa), entre outros. Procuram, além desse rico contato, vivenciar novos modos de vida e esperam ver o dinheiro que gastam em suas viagens, contribuindo para a conservação e para o benefício da economia local.

O ecoturista espera o fornecimento mais profundo e apropriado de explicação sobre a natureza e a cultura dos locais visitados. Conseqüentemente, pessoas que trabalham com o ecoturismo devem ser capazes de explicar conceitos, de entender a estrutura e a dinâmica básica dos ecossistemas e das paisagens naturais, e ser capazes de explanar sobre as conseqüências das mudanças promovidas pelo ser humano, considerando os princípios básicos da preservação ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *