Categorias
Gestão Ambiental

Modelagem de Sistemas Ecológicos

Softwares para confecção de modelos ecológicos relacionados a gestão de recursos hídricos:
Assessment Tools for the Evaluation of Risk (ASTER): ASTER foi desenvolvido pela EPA – Departamento de Resíduos sólidos e Resposta a Emergências. O principal objetivo deste modelo era ajudar a regular o ranqueamento de riscos em análises. ASTER prove informação de alta qualidade sobre os efeitos tóxicos de químicos incluídos no banco de dados do ECOTOX e em seu próprio banco de dados.
AQUATOX 2.2 (EPA): é um modelo de simulação para sistemas aquáticos. AQUATOX prevê o destino de vários poluentes, como nutrientes e susbstâncias químicas orgânicas, e os seus efeitos sobre o ecossistema, incluindo peixes, invertebrados e plantas aquáticas.
ECOSAR (EPA): É um software que utiliza as estruturas químicas dos poluentes para prever a sua toxicidade sobre os organismos aquáticos, tanto toxicidade crônica como aguda, principalmente na base e topo da cadeia alimentar, como peixes, invertebrados aquáticos, algas e outros.
ECOTOX 4.0 (EPA): O banco de dados ECOTOX, que tem este nome devido ao termo Ecotoxicologia, provê informações de toxicidade de poluentes químicos sobre a vida aquática e terrestre.
EcoWin2000: é um sistema de modelagem ecológico usado para similar mudanças na qualidade de água e ecologia de rios, lagos, estuários e águas costais. É mais comumente udado para a modelagem de estuários marinhos.
Geography Referenced Regional Exposure Assessment Tool for European Rivers (GREAT-ER): é um modelo assistido por ferramentas SIG para avaliar riscos ambientais no gerenciamento de substâncias químicas em bacias hidrográficas de rios europeus.
Lakemaker: É um software orientado objetivamente para servir como ferramenta na modelagem de processos de eutrofização de lagos
LERAM: O Modelo de avaliação de risco para ecossistemas litorâneos (LERAM) pode ser descrito e avaliado como um modelo para estudar os efeitos do inseticida “chlorpyrifos” sobre ecossistemas litorâneos. O LERAM é um modelo bioenergético que relaciona os efeitos da toxicidade sobre as espécies com a estrutura trófica do ecossitema, visando simular os efeitos de substâncias químicas sobre a comunidade e o ecossistema.
PAMOLARE 2 (UNEP): O PAMOLARE II é um modelo SDM (Structurally Dynamic Model: modelo dinâmico estruturalmente) desenvolvido para lagos rasos com objetivo de ajudar no gerenciamento de ambientes eutrofizados. O modelo também pode ser utilizado na recuperação de ecossistemas degradados ou pode ser adaptado para áreas brejosas ou pantânos. PAMOLARE II também considera o fator de competição entre espécies (mácrofitase fitoplâncton) e as interações entre macrófitas e peixes que delas se alimentam (como carpas).
SIAM (System Impact Assessment Model) 4.0: É um modelo consistido por 5 diferentes modelos com propósitos específicos. Os 5 modelos são: MODSIM (quantidade de água), HEC-5Q (qualidade da água), PHABSIM and Time Series Library (hábitat físico), and SALMOD (modelo de produção de peixes). O quinto modelo é o modelo de Saúde do Ecossistema (Ecosystem Health Model).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *