Categorias
Consumo Consciente Sustentabilidade

Vídeos sobre Meio Ambiente e Sustentabilidade

O site da Revista Página 22 – Informação para o novo século – oferece muitos vídeos interessantes sobre meio ambiente, resíduos sólidos, gestão ambiental, construções sustentáveis e sustentabilidade em geral. Vale a pena conferir:
http://pagina22.com.br/index.php/category/p22tv/

Categorias
Sustentabilidade

Capacidade de suporte para empreendimentos turísticos

A visitação turística em ambientes naturais deve ser rigorosamente planejada para gerar o mínimo possível de impactos negativos e possibilitar que os visitantes tenham uma experiência de qualidade, satisfazendo suas expectativas e alcançando os objetivos do ecoturismo, principalmente o de proporcionar a conservação da natureza. Para isso é importante estabelecer a capacidade de suporte do atrativo turístico, também conhecida como capacidade de carga turística.
A capacidade de carga de um atrativo turístico, ou capacidade de suporte, representa o nível máximo de uso por visitantes que uma área pode manter, ou seja, pode ser definida como o número máximo de visitantes sob determinadas condições, em uma unidade de tempo, de tal forma a não provocar modificações permanentes nos parâmetros relevantes do ambiente. Se este limite é excedido, os impactos ambientais poderão deteriorar a qualidade ambiental do meio.
A capacidade de carga é um conceito relativo que envolve considerações científicas que apresentam valores aos quais devem ser associados aos objetivos de manejo específico de uma determinada área. Para a determinação da capacidade de carga turística de uma área, é necessário conhecer as relações existentes entre os parâmetros de manejo da área e os parâmetros de impacto das atividades nesse local e desta forma tomar decisões para se estimar a capacidade de carga turística. Desta forma, tem-se a capacidade de carga como uma estratégia potencial para reduzir os impactos da visitação em áreas naturais que devem ser protegidas e conservadas, como RPPNs – Reservas Particulares do Patrimônio Natural.
A cidade de Bonito é um exemplo de gestão quando o assunto é capacidade de suporte em atrativos turísticos.
Saiba mais sobre Bonito, MS no Portal Bonito Brazil

Categorias
Cursos de Engenharia Ambiental

Engenharia Ambiental – UFMS (Ficha Técnica)

Duração do curso: 10 semestres
Objetivos do curso:
Segundo a Resolução CNE/CES 11/2002, Art. 3º, o Curso de Graduação em Engenharia tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética, em atendimento às demandas da sociedade.
Profissão: Engenheiro Ambiental
Atividades Inerentes:
a) Supervisão, coordenação e orientação técnica;
b) Estudo, planejamento, projeto e especificação;
c) Estudo de viabilidade técnico-econômica;
d) Assistência, assessoria e consultoria;
e) Direção de obra e serviço técnico;
f) Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico;
g) Desempenho de cargo e função técnica;
h) Ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica; extensão;
i) Elaboração de orçamento;
j) Padronização, mensuração e controle de qualidade;
k) Execução de obra e serviço técnico;
l) Fiscalização de obra e serviço técnico;
m) Produção técnica e especializada;
n) Condução de trabalho técnico;
o) Execução de desenho técnico;
Áreas de atuação e exercício profissional:
O profissional atuará em: recursos hídricos, tratamento de águas de abastecimento e residuárias e saneamento básico e ambiental. Seu exercício profissional corresponde a:
a) Aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
b) Projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
c) Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
d) Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
e) Identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
f) Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
g) Supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
h) Avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
i) Comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
j) Atuar em equipes multidisciplinares;
k) Compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais;
l) Avaliar o impacto das atividades de engenharia no contexto social e ambiental;
m) Avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenheria;
n) Assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.
Formação: Bacharel em Engenharia Ambiental.
Modalidade de Ensino: Presencial.
Campus: Campo Grande
N° de Vagas: 50
Período: Vespertino/Noturno
URL: http://www.sien.ufms.br
Fonte: “A UFMS e as Profissões” – UFMS, 2010